https://atualiza.acicampinas.com.br/ADMblog/thumbs/683..jpg
Jarib B D Fogaça
Jarib B D Fogaça
Diretor Adjunto na ACIC, sócio na JFogaça Assessoria e conselheiro independente.

A busca por um sistema de saúde perfeito

Com um título homônimo ao nosso para este artigo, há mais de 5 anos, Mark Britnell escreveu um livro- que é uma coletânea dos sistemas de saúde de uma grande parte de países do mundo. Mark teve uma série de posições na área de saúde em várias organizações a partir da Inglaterra e pôde visitar uma infinidade de países que o inspiraram nesse trabalho.

O que encontramos nesse livro é riquíssimo e vamos aproveitar algumas ponderações dele em nosso raciocínio – notando que tendo sido escrito antes dessa tremenda pandemia que estamos vivendo. Desta forma, podemos agora, inclusive, ver melhor e validar noções anteriormente desenvolvidas daquilo que realmente pode ser bom em um sistema de saúde.

O Brasil recebeu um capítulo completo- e lisonjeador! O destaque para o SUS e o atingimento de objetivos por meio do Programa da Saúde da Família é admirável, na ótica do Mark e, talvez, deveria ser na nossa ótica também! Este programa é reputado como um dos maiores programas públicos de saúde do mundo.

Entretanto, algo já observado à época e que de certa forma permanece como um desafio é o acesso a exames com diagnósticos incluindo equipamentos de alta tecnologia no sistema público de saúde. Dentro desse tema tivemos a atualização legislativa em janeiro de 2015 permitindo a entrada de investimentos estrangeiros no setor de saúde, incluindo hospitais, clínicas e centros de pesquisa.

E dando um passo rápido no futuro, pudemos ver o enorme desafio que essa pandemia tem nos colocado, com uma enorme dificuldade de produção local de vacinas. Sem notar que ainda não temos centros de pesquisa de vulto na área de biotecnologia – alguns podem citar exemplos em contraponto, mas o fato é que ainda estamos muito distantes de termos hospitais, clínicas e centros de pesquisa compatíveis com o tamanho geográfico, populacional e econômico do nosso país. Infelizmente, ainda estamos atrasados.

Outro ponto a destacar que foi observado há mais de 5 anos e ainda podemos ver no nosso dia a dia, é a pouca distribuição geográfica dos hospitais e clínicas para exames com diagnósticos, por todo país. Essa descentralização do cuidado com a saúde além do programa de Saúde da Família, é uma necessidade premente. E apesar de toda disputa argumentativa que possa ser feita, somente com o envolvimento do capital privado poderá ser buscada e alcançada.

A partir dessa mudança legal em 2015 se abre uma enorme oportunidade para o setor privado se juntar ao setor público no trato da saúde da população – o viés de suspeição desse relacionamento precisa ser superado por relacionamentos mais transparentes, sólidos e colaborativos. A área de saúde é enorme para ser ignorada pelo setor privado.

Certamente esse setor precisa ser regulado, com mecanismos que estimulem modelos de maior valor e menor custo para os entrantes. Deve-se buscar modelos que revertam situações de hospitais e clínicas economicamente ineficientes, por modelos atrativos para investidores e ainda que sirvam às necessidades de saúde da população. Alguns argumentam que a melhoria do sistema de saúde seria apenas uma questão de política governamental e de investimento governamental, neste caso, a alocação financeira no setor. Não me parece que uma resposta tão simples e direta como essa possa ser a solução.

Enquanto a pandemia instalada tem nos desafiado na sobrevivência, também tem nos trazido esse alerta de que podemos, como país, dar um novo salto no setor de saúde. Se temos sido tão elogiados no mundo pelo SUS e o PSF, agora podemos também buscar um nível mais elevado. Esta busca pode ser alcançada com o envolvimento do setor privado, de forma apropriada, regulamentada e estimulante, para que o capital privado disponível no mercado encontre ainda mais receptividade no setor de saúde no Brasil.

 

Fonte: Jarib B. D. Fogaça
Imagem: Freepik

 


Jarib B D Fogaça|

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados