https://atualiza.acicampinas.com.br/ADMblog/thumbs/267..jpg
Equipe ACIC
Equipe ACIC
Tradicional instituição empresarial de Campinas, fundada em 1920 e com mais de 2.500 empresas associadas, a ACIC apoia o desenvolvimento das empresas por meio de seus 3 pilares para soluções empresariais: Redução de Custos, Oportunidades de Negócios e Educação Empreendedora.

Você sabe dar um feedback construtivo?

Os feedbacks são ferramentas ideais para o bom desempenho de uma equipe, pois, é por meio deles que os profissionais poderão obter um direcionamento a respeito de seus trabalhos e entenderem quais aspectos precisam melhorar para se adequarem às expectativas.

Por mais que se entenda que dar um feedback é muito importante, ainda é um tema que gera dúvidas em muitos líderes que sentem dificuldades em compreender qual a melhor abordagem e principalmente como fazer com que esse retorno seja construtivo. 

 

Neste guia te daremos um breve passo a passo sobre como desenvolver um feedback eficiente e construtivo para a sua equipe. Antes de conversar com o seu colaborador, pense nas seguintes questões:

 

Por quê?

Esse tipo de retorno é de extrema importância para o desenvolvimento de um profissional e deve ser considerado como um sinal de "maturidade corporativa", pois, auxiliará no fortalecimento das relações interpessoais melhorando o desempenho de toda a equipe.

 

Quando?

Não existe uma regra que determine a periodicidade dos retornos. O ideal é que o mesmo deva ser criado de acordo com os propósitos da equipe, sendo estes no fim de algum projeto ou mensalmente, por exemplo. A escolha fica à critério do gestor, porém, quanto mais, melhor. 

 

Para quem?

O feedback é para todos, seja colaborador ou gestor, é importante que todos possam receber um retorno sobre as suas atividades constantemente. A conversa deve ser uma via de mão dupla, o gestor deve receber as críticas na mesma proporção em que dá ao seu time.

 

Como?

  1. Primeiramente é muito importante dar uma atenção especial à forma como se dá o feedback, focando sempre na performance do profissional, nos resultados obtidos por ele, nas metas atingidas e no comportamento dentro da empresa. O ideal é apoiar-se em números para que não passe a impressão de que o mesmo está sendo feito com base em opiniões pessoais. 

 

  1. Evite palavras que levam a generalizações como, por exemplo, "sempre" e "nunca". Além disso, se o colaborador já faz parte da empresa há algum tempo, o ideal é avaliar o seu histórico e identificar as circunstâncias de eventuais problemas. Já se ele for um novato, expressões genéricas ou exageradas não são indicadas, pois, ao invés de serem construtivas podem desmotivá-lo, uma vez que não irá enxergar reconhecimento vindo de quem, para ele, é um líder.

 

  1. Outra questão essencial é sempre evitar rotulações. Nenhum rótulo é construtivo, além de ser não ser profissional. Rotular alguém é negar sua individualidade e suas circunstâncias, além de limitar as atitudes do colaborador e diminuir suas chances de melhoria. 

 

  1. Por fim, outro ponto necessário a ser feito ao se dar feedbacks é estabelecer planos, metas e estratégias, principalmente para retornos negativos. Quando o colaborador está com um déficit em seu desempenho, estabelecer planos estratégicos para o seu trabalho é o ideal, pois, ao traçar um planejamento, você o ajuda a entender com mais clareza o que se espera dele com informações bem estruturadas e palpáveis. Seja objetivo e assertivo em sua comunicação para estimular o desenvolvimento profissional.

 

Feedback para as novas gerações

É sempre importante compreender como cada geração trabalha, evolui e enxerga os valores da empresa. Por isso é de suma importância saber lidar gerações diferentes, por exemplo, a geração Y (ou Millenium) se preocupa mais com reconhecimento pessoal, como promoções. Já os Baby Boomers se preocupam mais com retornos financeiros. Saber lidar com essas diferenças é interessante para manter a equipe na mesma linha, porém, trabalhando cada profissional de acordo com as suas individualidades e não gerando conflitos de interesses.

 

A fim de auxiliar você, gestor, a se tornar um líder de sucesso e apto para decidir o seu estilo de liderança por meio do autoconhecimento e do conhecimento das pessoas do seu time, a ACIC desenvolveu, em parceria com a ENORA Leaders, o curso Liderança Adaptágil

Neste curso você aprenderá como ser capaz de se adaptar rapidamente às mudanças e mobilizar a sua equipe de forma ágil para que atinjam os resultados esperados.

Torne-se um líder exemplar! Entre em contato com um de nossos especialistas pelo telefone (19) 2104 9200 ou pelo WhatsApp (19) 9 9607 7604.

 

Equipe ACIC| feedback, retorno, guia, curso, maturidade

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados