https://atualiza.acicampinas.com.br/ADMblog/thumbs/220..jpg
Laerte Martins
Laerte Martins
Economista da ACIC

Vendas de janeiro ficaram bem abaixo das expectativas em Campinas e Região

Os dados do SCPC de Janeiro de 2019 demonstram que as vendas no Comércio Varejista de Campinas e Região tiveram uma pequena evolução de 0,65% sobre as vendas de janeiro de 2018.

Em relação às vendas de dezembro de 2018, a queda foi de (-63,86%), tendo em vista as características próprias, dessas comercializações se enquadrarem em vendas específicas de Natal e Final de Ano.

Destaca-se, no entanto, que em janeiro p. passado, em função do baixo poder de compra, os consumidores adquiriram produtos mais a crédito e menos à vista, mas em volumes reduzidos.  As melhores demandas foram no Turismo/pacotes de lazer, Produtos Farmacêuticos e Material Escolar.

A participação do e-commerce ficou em 9,20% sobre as vendas da Região, correspondendo a 79.820 consultas, equivalentes a R$ 35,9 milhões.

A Inadimplência em Campinas iniciou o ano com uma expansão de 475,95% sobre dezembro de 2018, e no mês de Janeiro de 2019, a evolução foi de 3,99%, com 18.200 carnês / boletos vencidos e não pagos há mais de 30 dias, o que representa cerca de R$ 13,1 milhões no endividamento dos consumidores de Campinas.

Na RMC, a inadimplência também apresentou uma elevação de 3,99% em Janeiro de 2019, sobre o Janeiro de 2018 com 43.335 carnês / boletos vencidos e não pagos há mais de 30 dias, representando cerca de R$ 31,2 milhões no endividamento dos consumidores da RMC.  A expectativa das vendas para 2019 é de uma expansão igual ou superior aos 3,20% de 2018, dependendo das ações do novo governo, principalmente com a implementação das reformas fundamentais, Previdência e Tributária, o que implicará em um tempo maior para suas execuções.  Além disso, a redução do Déficit Público, que está acima dos R$ 140,0 bi, é outra prioridade que deve ser executada até o final deste ano.

Serviço Central de Proteção ao Crédito - SCPC
AVALIAÇÃO  MENSAL - JANEIRO/2019

 

IMC = Indicador de Movimento do Comércio
ICH = Indicador de Consultas de Cheques
INA = Estimada a partir de Novembro/2015 (*)


Laerte Martins|

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados