https://atualiza.acicampinas.com.br/ADMblog/thumbs/365..jpg
Equipe ACIC
Equipe ACIC
Tradicional instituição empresarial de Campinas, fundada em 1920 e com mais de 2.500 empresas associadas, a ACIC apoia o desenvolvimento das empresas por meio de seus 3 pilares para soluções empresariais: Redução de Custos, Oportunidades de Negócios e Educação Empreendedora.

ACIC oferece plataforma para colocar micro e pequenas empresas no universo digital

Iniciativa, em parceria com a MarketUP, startup especialista nessa tecnologia, oferece loja virtual e software de gestão gratuitos aos seus associados por meio de uma solução de gerenciamento completa que torna mais prática e eficiente a administração dos negócios.

Com a atenção sempre voltada às necessidades imediatas e futuras dos empreendedores, a AssociaçãoComercial e Industrial de Campinas (ACIC) anuncia a disponibilização de uma plataforma que permite a inclusão de seus associados no universo digital. Deverão ser beneficiadas, principalmente, as micro e pequenas empresas que têm dificuldade de custear os processos para a sua transformação digital e para operar no ambiente online. Uma decisão imprescindível para os negócios que desejam permanecer relevantes e que ultrapassa o momento de crise econômica, gerada pela pandemia da Covid-19.

A plataforma foi desenvolvida em parceria com a MarketUP, startup que é especialista nessa tecnologia, e estará em funcionamento a partir desta segunda-feira (08/06). Para a ACIC, foi criada uma versão do sistema que leva o mesmo nome da startup, mas customizada para atender às necessidades das micro e pequenas empresas associadas à instituição. O software, também conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning – sistema de gestão integrado), terá as mesmas funcionalidades para o gerenciamento e a venda, mas com a identidade visual, informações e divulgações específicas da Associação. Ele estará disponível tanto para desktop (ambiente principal do computador) quanto mobile (adaptada a qualquer aparelho móvel, seja ele um tablet ou um smartphone).

Com essa novidade, os mais de dois mil associados da ACIC terão à disposição uma ferramenta gratuita completa para ajudá-los a organizar e a controlar melhor os processos internos, como estoque, finanças, emissão de nota fiscal, contas a pagar e a receber, emissão de relatórios e gerenciamento de serviço de entregas (delivery), entre outros. Isso, aliado a uma estrutura que envolve também recursos para auxiliar no atendimento, como frente de caixa (PDV – solução de pagamento e gestão) e no gerenciamento de comandas, por exemplo.

Os associados terão também acesso a criação de  loja virtual gratuita, dentro do sistema, com layout personalizado da sua empresa e com toda estrutura necessária para que possam cadastrar seus produtos, integrar os meios de pagamento e o frete, por exemplo. Além disso, estará à disposição um canal interno exclusivo, um marketplace, que é forma mais barata, fácil e rápida de empreender online, por meio do qual eles poderão se conectar a grandes fornecedores. Por meio dessa ferramenta é possível negociar produtos e serviços a preços mais vantajosos e, assim, conseguir uma melhor competitividade no mercado. As funcionalidades podem ser alternativas não só para o momento, quando as lojas funcionam apenas parcialmente, mas para transformar o negócio. São opções para manter o estabelecimento funcionando, só que de forma digital. Tanto a ACIC, como a MarketUP disponibilizarão tutoriais e suporte para solucionar dúvidas e ajudar na utilização do sistema.

Diferencial

“Essa plataforma faz muita diferença no negócio das empresas. Muitas vezes, ao administrar um negócio, o empresário fica perdido com planilhas e papéis para gerenciar sua empresa. Esse sistema de gestão traz maior segurança no trato das informações, mais agilidade na tomada de decisão, e principalmente, auxilia a conseguir melhores resultados operacionais já que também ajuda a controlar com precisão o estoque, o que é fundamental para o varejo. Como a solução é online, o empresário não precisa se preocupar com instalação ou espaço de armazenamento. Outras importantes vantagens são as compras de produtos com condições especiais e a abertura de uma loja virtual 100% gratuita pela plataforma”, resume Adriana Flosi, presidente da ACIC e do Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp).

"Enxergamos nessa parceria com a ACIC uma nova oportunidade de levar a tecnologia e a qualidade do nosso software de gestão para ajudar os diversos empresários do Brasil. Entendemos que, no momento que estamos vivendo,  ferramentas como essa podem contribuir para manter as atividades, reduzir custos e serem realmente alternativas para sobreviver durante a crise.", comenta Carlos Azevedo, CEO (diretor executivo) da MarketUP.

Sobre a MarketUP

A MarketUP é uma plataforma completa de gestão que tem como objetivo contribuir para o crescimento dos pequenos negócios, por isso, está ajudando a mudar o perfil do Varejo no Brasil. Sua tecnologia é gratuita e cria um sistema de valor partilhado que empodera empreendedores e assegura maior eficiência, produtividade e competitividade. Ela inclui a automação de todos os processos de uma empresa e envolve ferramentas e funcionalidades como PDV, finanças, estoque, compras, vendas, emissor fiscal, além de um marketplace. Um novo padrão para as relações comerciais, com menos burocracia, mais transparência, inclusão dos principais segmentos de mercado, em interfaces amigáveis e de fácil uso, convenientes e seguras. Em apenas cinco anos de operação, a MarketUP já se tornou um dos sistemas operacionais mais utilizados por empreendedores em todo o país  e está no ranking das 100 Startups to Watch 2019.

Informações sobre o mercado online

Antes da pandemia do novo Coronavírus, o comércio eletrônico representava apenas 10% das vendas do comércio, aponta estudo da Boa Vista Serviços. Desde a sua decretação, foram abertas no Brasil 107 mil lojas virtuais, com 2 milhões de novos clientes, conforme dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm). Roupas, calçados, alimentos e serviços lideram o ranking de novos negócios. Dados iniciais da associação apontavam que o volume de consumidores para as vendas online chegariam a 3 milhões até o final de 2020, entretanto, somente durante o estado de isolamento social foram registrados 2 milhões de novos usuários no comércio eletrônico. O resultado foi um aumento de 40% nas vendas online no período. 

Os impactos causados pela pandemia refletem não apenas no crescimento da taxa de e-commerce, mas também na aceleração dos processos de transformação digital nas empresas. Dados da Deloitte apontam que, antes da crise, o percentual de empresas em preparação da infraestrutura para acesso remoto era de 53%. Após a decretação da pandemia, 96% das empresas afirmaram que adotaram ou adotarão tecnologias e digitalização, dentro do período de 100 dias. Trinta e oito por cento das empresas contavam com preparação e infraestrutura de navegação para novos padrões de tráfego. Agora, esse número subiu para 88%, em até 100 dias e 46% dos negócios mantinham integração tecnológica e de sistemas com fornecedores antes da pandemia, posteriormente, a taxa passou para 63%, também no mesmo prazo de 100 dias.

Perdas no comércio ultrapassam

 R$ 1 bilhão em Campinas devido à pandemia

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC) preparou um balanço sobre o Impacto da Pandemia no Comércio Varejista da cidade e na sua Região Metropolitana, tomando como base a segunda da quinzena de março até o final de maio de 2020. De acordo com o economista Laerte Martins, diretor da associação, a perda no faturamento no comércio de Campinas em função do isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19 foi de R$ 1.185 bilhão, em relação ao mesmo período de 2019, cerca de (-34%). Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) o impacto no mesmo período foi de R$ 2,793 bi, que representam perdas de 34,30%. 

No segmento de “Bens Não Duráveis”, as drogarias e farmácias e os supermercados e hipermercados tiveram resultados positivos, com crescimento de 3,16 e 16,83%, respectivamente, enquanto os postos de gasolina sofreram queda da ordem de 34,35% no faturamento. No segmento de “Bens Duráveis”, o setor de Vestuário foi o mais afetado com queda de 74,26% no faturamento, seguido de Móveis, Eletrodomésticos e Lojas de Departamentos (-34,30%), e Material de Construção em (-8,93%). 

Na área de “Serviços”, quem mais sofreu foram os setores de Turismo e Transportes, com queda de 70,5% no faturamento no período, seguidos de Bares e Restaurantes (-59,80%), Serviços de Autopeças (-24,10%) e Salão de Beleza (-60,50%). Considerando o acumulado de janeiro a maio de 2020 em Campinas e Região, as perdas foram de cerca de R$ 2,5 bilhões, que representam 30,52% de redução, sendo a diferença em função de pequeno ganho positivo em janeiro e fevereiro de 2020. 

Vendas deverão ser 40% menores no Dia dos namorados

A situação não deve melhor em junho. Mesmo tendo como atrativo a comemoração do Dia dos Namorados, as vendas referentes à data deverão ser 40% inferiores às de 2019, ainda em função do isolamento social por conta da Covid-19. Na RMC as vendas devem sofrer queda de 37,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O economista da ACIC, Laerte Martins, no entanto, calcula que haverá um pequeno aumento no valor do presente médio, estimado em 3,45% em relação ao ano anterior, passando de R$ 116,00 em 2019 para R$ 220,00 este ano. Os presentes mais procurados devem a ser os perfumes, as joias e bijuterias, flores e celulares, condicionados ao poder de compra dos consumidores.  O e-commerce segue em crescimento, com expectativa de expansão de 9% das vendas físicas deste ano, podendo alcançar R$ 21 milhões.

Cursos e Lives

Para junho, a programação de cursos da ACIC para os empresários conta com as seguintes atividades online gratuitas, todas elas realizadas às 11h: ‘Estratégias de vendas - Aprenda a montar e desenvolver estratégias para atrair novos clientes e fazer com que as suas vendas aumentem’ (dia 9); ‘Gestão financeira para pequenos e médios negócios - O que você vai precisar adaptar na sua estratégia financeira para conseguir se manter em pé na retomada’ (dia 15); ‘Engajando seu time - Como manter seu time ativo, com altos resultados em momentos desafiadores. Como fazer com que eles sejam a força do seu negócio’ (dia 22); Networking Celebrate - Como aproveitar os meios digitais para vender mais’ (dia 26); e ‘Gestão de tempo e produtividade - Desenvolva sua habilidade para utilizar novas ferramentas focadas em ajudar a te deixar mais produtivo’ (dia 29). As inscrições devem ser feitas pelo site: https://www.sympla.com.br/acicampinas


Equipe ACIC| #marktup #ecommerce

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados