http://atualiza.acicampinas.com.br/ADMblog/thumbs/150.jpg
Equipe ACIC
Equipe ACIC
Tradicional instituição empresarial de Campinas, fundada em 1920 e com mais de 2.700 empresa associadas, a ACIC apoia o desenvolvimento das empresas através de seus três pilares para soluções empresariais: Redução de Custos, Oportunidades de Negócios e Educação Empreendedora.

5 hábitos financeiros que garantem um negócio bem-sucedido

[Leia em 2 minutos]

Gerenciar e organizar da melhor forma possível as finanças da empresa é essencial para a sobrevivência do negócio a longo prazo. Isso envolve mais do que apenas manter os números em bons níveis, implica também boa capacidade analítica e habilidades para tomar as decisões estratégicas corretas por parte do gestor.

Muitas vezes, os proprietários são os primeiros responsáveis ​​pela gestão financeira das pequenas e médias empresas. Esta é uma boa solução quando a empresa está buscando seus primeiros clientes ou está em uma fase inicial. No entanto, devido ao clima de negócios muito competitivo de hoje, é altamente recomendável ter um colaborador ou outro sócio com um viés mais especializado.

O sucesso de qualquer negócio baseia-se na gestão adequada dos recursos. Já a gestão financeira, permite uma excelente gestão de recursos e ajuda a monitorar a saúde da empresa. Então, uma vez que a boa gestão financeira é o pivô de qualquer empresa, abaixo apresentamos cinco hábitos para manter sua empresa financeiramente saudável:

1 - Busca por qualificação:

O papel de  responsável pelas finanças da empresa é vital. As decisões financeiras ruins ou o capital indevidamente investido podem levar a sérias complicações e até à falência. Por isso é aconselhável contratar um contador certificado ou buscar as qualificações corretas para o sócio responsável. A gestão contábil e econômica rigorosa oferece mais benefícios à empresa do que os custos que virão disso.

2 - Análise periódica dos índices financeiros:

Como forma de aprimorar os principais aspectos econômicos do negócio, é essencial que esse acompanhamento faça parte da rotina da empresa. Os índices mais importantes são a rentabilidade econômica e financeira, geração de fluxo de caixa, índice de dívida e autonomia financeira do negócio.

3 - Análise regular de demonstrações financeiras:

Analisar demonstrações financeiras com seu gerente, contador ou sócio ajudará a monitorar a saúde da sua empresa e a compará-la com períodos anteriores ou com a concorrência. A estrutura financeira equilibrada da sua empresa permitirá que você melhore seu poder de negociação e os custos associados à sua dívida; isso irá ajudá-lo a tomar as decisões corretas.

4 - Ter um fundo de emergência:

O valor depende do tamanho e da atividade da empresa. É recomendável uma reserva igual a 3 meses de despesas operacionais. Este dinheiro deve ser mantido em segurança, mas ainda sim como um instrumento financeiro que gera lucro, ou seja, através de investimentos, por mais conservadores que sejam..

5 - Conheça as suas opções de financiamento:

Educar-se e obter ferramentas de financiamento e empréstimos permitirá investir e fazer crescer o negócio. Por isso é importante ter boas informações financeiras, uma vez que é a melhor carta de apresentação de um empresário para entidades financeiras, potenciais investidores ou entidades públicas ao solicitar um empréstimo.


Equipe ACIC|

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados