Como identificar e saber quando promover um funcionário
Equipe ACIC
Equipe ACIC
Tradicional instituição empresarial de Campinas, fundada em 1920 e com mais de 2.700 empresa associadas, a ACIC apoia o desenvolvimento das empresas por meio de seus quatro pilares para soluções empresariais: Redução de Custos, Oportunidades de Negócios, Educação Empreendedora e Transformação Digital.

Como identificar e saber quando promover um funcionário

Quando um gestor percebe que em seu time há colaboradores que correspondem às expectativas da empresa e surge a possibilidade de promover um funcionário para uma nova posição ou para uma vaga aberta, surge sempre a necessidade de repensar os critérios de escolha.

Uma decisão precipitada leva a empresa a perder um ótimo colaborador na posição em ele já atua e ganhar um funcionário com um rendimento abaixo do esperado na nova função. Vale lembrar que empresas e pessoas têm propósitos e no caso dos colaboradores, apenas uma maior remuneração não implica melhor rendimento.

Então, seja para não perder um talento, para valorizar um colaborador, ou para suprir uma vaga, há sempre critérios a serem considerados. Claro que existem os quesitos pertinentes às funções específicas. Mas, de maneira geral, é possível vislumbrar referências para saber o momento ideal da promoção e qual a pessoa certa.

Você conhece seu time?

Não há como identificar o grau de engajamento e as competências técnicas para o novo cargo se o gestor não conhecer bem seu time. Se você é próximo de sua equipe, vai saber encontrar e avaliar esses quesitos. Se você identificou seu candidato, provoque situações nas quais ele tenha de demonstrar habilidades e competências para a nova função.

Comportamento

O seu possível promovido pode ter entrado na empresa por suas competências técnicas. Muitas vezes, os aspectos comportamentais não são revelados na hora da contratação. E eles acabam sendo descobertos aos poucos. Então esse é o momento para verificar, por exemplo, se ele trabalha bem em equipe. Outro foco deve ser o grau de receptividade a ideias novas, sugestões ao trabalho dele, ou mesmo a reação a algum feedback negativo. A reação do seu candidato a momentos como esses é importante.

Liderança

Muitas vezes, promover um funcionário implica um time para ser liderado. Não importa o tamanho da equipe. Se é um time, é preciso liderança. Nesse caso, lembre-se que aquela máxima “faça o que eu digo e não o que eu faço” é coisa do passado. Saber dar o exemplo é fundamental. Se você quer um time de qualidade, seu candidato ao cargo de liderança precisa ter e agir com as mesmas qualidades.

Nesse caso, leve em conta se ele é proativo, criativo e tenha coragem de tomar decisões. Ele sempre teve bom desempenho? Erra pouco? Ok! Mas muitas vezes esse é o perfil de quem não tem atitude ou prefere não tomar decisão. Cuidado, pois só erra quem faz. E, espera-se, que os erros tenham sido didáticos.

comprometimento com a empresa e a postura ética devem fazer parte do seu critério há hora de promover um funcionário. Primeiro porque a promoção é um ato de confiança e também porque essas qualidades devem ser disseminadas na equipe a ser assumida pelo seu candidato.

Relação entre humanos de um mesmo grupo nem sempre é um mar de rosas. Conflitos vão surgir e é bom avaliar qual é a postura do seu possível promovido nessas horas. Atente para a capacidade dele de gerenciar conflitos. Lembre-se que gerenciar conflitos não se limita a “apagar incêndios”, mas, também, evitá-los; nesse caso uma boa dose de empatia faz toda diferença.


Equipe ACIC|

Pode lhe interessar


Colunistas


Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto Foto

Posts recentes


Assuntos relacionados